Formula 1 | Grande Prémio do Mónaco | Mark Webber vence

Maio 27, 2012

O piloto australiano Mark Webber (Red Bul) venceu este domingo o Grande Prémio do Mónaco, sexta prova do Campeonato do Mundo de Fórmula 1, repetindo o triunfo de 2010. O australiano Mark Webber (Red Bull) aproveitou este domingo a “pole-position” para comandar até final o 70.º Grande Prémio do Mónaco de Fórmula 1, sexta prova do Mundial, enquanto o espanhol Fernando Alonso (Ferrari), terceiro, se isolou na classificação. “Foi uma corrida muito interessante, não muito difícil. Era preciso fazer diferença com os pneus ‘super-tenros’, depois voltar a fazer diferença a seguir à ida à ‘box’ e seguir até à meta, apesar da chuva no final da corrida”, disse o piloto de 35 anos. Webber conseguiu assim a oitava vitória em 183 provas, o segundo triunfo no Principado em três anos, nos quais a Red Bull sempre ganhou a partir da primeira posição da grelha de partida. Graças ao terceiro lugar, atrás do alemão Nico Rosberg (Mercedes), Alonso conseguiu somar 76 pontos, mais três que o germânico, e bicampeão do Mundo, Sebastien Vettel (Red Bull) e Webber, instalando-se no topo da tabela. Webber tornou-se também o sexto vencedor diferente nas seis corridas já disputadas em 2012, um recorde inédito nos 62 anos de Mundial, cuja competitividade também ficou patente pelo facto de os seis primeiros classificados nas ruas de Monte Carlo terem ficado separados por escassos seis segundos.

in Diário de Notícias

Anúncios

Formula 1 | Grande Prémio do Mónaco | Webber conquista a pole position

Maio 26, 2012

O veterano piloto alemão Michael Schumacher (Mercedes) foi hoje o mais rápido na qualificação para o Grande Prémio do Mónaco de Fórmula 1, mas uma penalização colocou o australiano Mark Webber (Red Bull) na “pole”. Schumacher, cinco vezes vencedor em Monte Carlo e sete vezes campeão do Mundo, foi castigado com a perda de cinco posições na grelha de partida devido ao incidente de corrida com o brasileiro Bruno Senna (Williams), no passado Grande Prémio de Espanha. O “barão vermelho”, de 43 anos, obteve um registo 1.14,301 minutos no percurso pelas ruas do principado francês, num final de sessão emocionante, já que Webber tinha batido momentos antes o “tempo-canhão” do compatriota e colega de equipa de “Schumi”, Nico Rosberg (Mercedes). O também alemão Sebastian Vettel (Red Bull), campeão do Mundo e líder da classificação geral do Mundial, com os mesmos 61 pontos do espanhol Fernando Alonso (Ferrari), após as cinco corridas já realizadas, ficou-se pela nona melhor prestação e vai partir da quinta linha da grelha. Alonso, por seu turno, ficou no sexto posto da qualificação e partirá da terceira linha, ao lado de Schumacher.

in Sapo Desporto



Formula 1 | Grande Prémio de Espanha | Maldonado vence

Maio 13, 2012

Pastor Maldonado, da Williams-Renault, venceu este domingo o GP Espanha, no circuito de Montmeló, Catalunha. O venezuelano, que partiu da pole position, venceu pela primeira vez um grande prémio, ao concluir a 66 voltas ao circuito da Catalunha em 1:39.09,145 horas, a uma média de 185,837 km/h. A correr perante o seu público, Fernando Alonso (Ferrari) terminou na 2.ª posição e ascendeu à liderança do mundial de pilotos em igualidade pontual (61 pontos) com Sebastian Vettel (Red Bull), que terminou na 6.ª posição. No último lugar do pódio ficou o regressado Kimi Raikkonen (Lotus). Lewis Hamilton (McLaren), que foi desqualificado e saiu do último lugar da grelha de partida, terminou o GP Espanha na 8.ª posição. No mundial de pilotos, Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes), com 53 pontos, segue na perseguição aos líderes Alonso e Vettel. A Red Bull lidera a competição de construtores, com 109 pontos, à frente de McLaren (98) e Lotus (84).

in Record


Formula 1 | Grande Prémio de Espanha | Maldonado conquista a pole position

Maio 12, 2012

O venezuelano Pastor Maldonado, da Williams-Renault, partirá da pole-position no Grande Prémio de Espanha, depois da desclassificação do britânico Lewis Hamilton, que havia registado o melhor tempo durante a sessão de qualificação, realizada este sábado no circuito da Catalunha. Hamilton, da McLaren, não cumpriu uma das regras, que obriga os pilotos a regressar às boxes com, pelo menos, um litro de gasolina no depósito após a sua última volta rápida, de modo a permitir à FIA uma análise eficaz do combustível dos veículos. O piloto britânico foi mesmo forçado a parar na pista, antes de conseguir chegar às boxes. A McLaren e os stewards do GP de Espanha reuniram-se logo após a corrida, com a equipa britânica a alegar que a situação se deveu a um problema técnico, pois o carro de Hamilton não terá sido abastecido com a gasolina pretendida antes da volta rápida. Como resultado desta situação, o venezuelano Maldonado alcança a primeira pole position da sua carreira da Formula 1, logo no segundo ano de presença, enquanto os restantes pilotos sobem uma posição na grelha. Quanto a Hamilton, partirá da última posição.

in Record

Grelha de partida :

1.º Pastor Maldonado (Williams-Renault)
2.º Fernando Alonso (Ferrari)
3.º Romain Grosjean (Lotus-Renault)
4.º Kimi Raikkonen (Lotus-Renault)
5.º Sergio Perez (Sauber-Ferrari)
6.º Nico Rosberg (Mercedes)
7.º Sebastian Vettel (Red Bull-Renault)
8.º Michael Schumacher (Mercedes)
9.º Kamui Kobayashi (Sauber-Ferrari)
10.º Jenson Button (McLaren-Mercedes)
11.º Mark Webber (Red Bull-Renault)
12.º Paul di Resta (Force India-Mercedes)
13.º Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes)
14.º Jean-Eric Vergne (Toro Rosso-Ferrari)
15.º Daniel Ricciardo (Toro Rosso-Ferrari)
16.º Felipe Massa (Ferrari)
17.º Bruno Senna (Williams-Renault)
18.º Vitaly Petrov (Caterham-Renault)
19.º Heikki Kovalainen (Caterham-Renault)
20.º Charles Pic (Marussia-Cosworth)
21.º Timo Glock (Marussia-Cosworth)
22.º Pedro de la Rosa (HRT-Cosworth)
23.º Narain Karthikeyan (HRT-Cosworth)
24.º Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes)


Formula 1 | Grande Prémio de Espanha

Maio 11, 2012

Realiza este fim de semana a quinta prova da temporada 2012 de Formula 1. O Circuito da Catalunha recebe o Grande Prémio de Espanha Santander 2012.


Gilles Villeneuve morreu há 30 anos

Maio 8, 2012

Gilles Villeneuve morreu há 30 anos. Filho sentou-se ao volante do monolugar que o pai pilotou em 1979. 8 de Maio é dia de recordar Gilles Villeneuve. O canadiano perdeu a vida neste dia do ano de 1982, precisamente há 30 anos. A Ferrari convidou o filho, o antigo campeão mundial Jacques Villeneuve, para homenagear o pai ao volante do Ferrari 312 T4, que Gilles pilotou em 1979, quando ficou em segundo lugar no Mundial. Gilles Villeneuve faleceu num acidente na qualificação para o Grande Prémio da Bélgica de 1982. O seu Ferrari tocou nas rodas de um outro monolugar e despistou-se, acabando por se desfazer completamente. Os paramédicos ainda retiraram Gilles do carro e levaram-no ao hospital onde veio a falecer. Jacques Villeneuve tinha 11 anos. illes Villeneuve é, ainda hoje, lembrado como um herói no Canadá, o seu país natal, e também em Itália, onde a sua ousadia nas pistas será eternamente recordada. Três anos depois da morte de Gilles, o filho Jacques iniciou a carreira no desporto motorizado, chegando a campeão do mundo na Fórmula 1, o que o pai nunca conseguiu.

in AutoPortal


Formula 1 Grande Prémio da Grã-Bretanha: Mark Webber vence

Julho 11, 2010

Site: Silverstone Circuit 

Depois do voo de Valência eis que Mark Webber regressou à terra e venceu pela terceira vez este ano, com a Red Rull a desempatar novamente a seu favor esta luta particular com a McLaren. O piloto australiano foi o primeiro a conseguir três vitórias em 2010, mas o seu estado de espírito continua influenciado pela questão dos ailerons, já que o seu jovem companheiro de equipa voltou a ser beneficiado pela Red Bull, ao ser-lhe entregue o único aileron dianteiro disponível, o que deixou o australiano muito zangado. Respondeu em pista, onde venceu, suplantando Vettel logo no arranque, e no final da corrida, via rádio, não deixou de mostrar o seu desagrado para todo o mundo ouvir: “Nada mau para um segundo piloto!”. Lewis Hamilton foi segundo classificado numa corrida em que esta posição tem um sabor bem mais agradável do que é costume para os pilotos que terminam em segundo, já que com a exceção de Webber, ganhou pontos a todos os seus restantes adversários. Nico Rosberg foi terceiro, alcançando também o terceiro pódio do ano, num fim de semana para esquecer para a Ferrari, já que Fernando Alonso gói apenas 12º e Felipe Massa, 15º. Sébastian Vettel foi sétimo, depois de ter caído para último no final da primeira volta devido a ter sofrido um toque na roda traseira direita do seu monolugar, furando o pneu. Recuperou bastante depois de fazer uma corrida de grande garra. Bom resultado igualmente para Jenson Button (McLaren), que partiu de 14º e recuperou até ao quarto posto. Boas corridas de Rubens Barrichello (Williams, 5º) e Kamui Kobayashi  (Sauber, 6º). A encerrar os lugares pontuáveis ficaram Adrian Sutil (Force India, 8º), Michael Schumacher (MercedesGP, 9º) e Nico Hulkenberg (Williams, 10º).

in AutoSport

Resultados da corrida

1.  Webber        Red Bull-Renault           1h24:38.200
2.  Hamilton      McLaren-Mercedes           a     1.360
3.  Rosberg       Mercedes                   a    21.307
4.  Button        McLaren-Mercedes           a    21.986
5.  Barrichello   Williams-Cosworth          a    31.456
6.  Kobayashi     Sauber-Ferrari             a    32.171
7.  Vettel        Red Bull-Renault           a    36.734
8.  Sutil         Force India-Mercedes       a    40.932
9.  Schumacher    Mercedes                   a    41.599
10.  Hulkenberg    Williams-Cosworth         a    42.012
11.  Liuzzi        Force India-Mercedes      a    42.459
12.  Buemi         Toro Rosso-Ferrari        a    47.627
13.  Petrov        Renault                   a    59.374
14.  Alonso        Ferrari                   a  1:02.385
15.  Massa         Ferrari                   a  1:07.489
16.  Trulli        Lotus-Cosworth            a     1 volta
17.  Kovalainen    Lotus-Cosworth            a     1 volta
18.  Glock         Virgin-Cosworth           a     1 volta
19.  Chandhok      HRT-Cosworth              a    2 voltas
20.  Yamamoto      HRT-Cosworth              a    2 voltas

Abandonos

Alguersuari   Toro Rosso-Ferrari           45
De la Rosa    Sauber-Ferrari               30
Kubica        Renault                      20
Di Grassi     Virgin-Cosworth              10