A convocatória de Paulo Bento para o Euro-2012

Maio 14, 2012

Paulo Bento anunciou os 23 jogadores portugueses que vão disputar o Euro-2012 e há duas surpresas. Os estreantes Miguel Lopes e Custódio, ambos do Sporting de Braga, são as grandes surpresas nos convocados de Portugal para o Europeu de futebol de 2012, na Polónia e Ucrânia, de 8 de junho a 1 de julho. Miguel Lopes e Custódio nunca tinham sido convocados por Paulo Bento, que os escolheu desta vez, deixando de fora Nelson (Bétis) e Manuel Fernandes (Besiktas), jogadores que tinham entrado na última convocatória, para o particular na Polónia. Em relação a essa lista de 23, para um jogo que se disputou a 29 de fevereiro e terminou empatado a zero, o selecionador luso não procedeu a mais nenhuma alteração. Desta forma, está confirmada, entre outras, a presença do jovem avançado Nelson Oliveira, que se estreou precisamente no último jogo, em Varsóvia, e foi quase toda a época suplente no Benfica. Na lista estão também outros nomes que não eram dados com certos, casos do guarda-redes Beto (Cluj), do central Ricardo Costa (Valência) e do extremo Varela (FC Porto). Entre os que ficaram de fora, destaque para os defesas Bosingwa (Chelsea) e Ricardo Carvalho (Real Madrid), dois nomes que já haviam sido “riscados” por Paulo Bento, por motivos disciplinares. Também não foram chamados, entre outros, Eliseu, Hugo Viana ou Nuno Gomes, bem como Danny, este por lesão.

in Expresso

Eis os 23 convocados para o Euro-2012


Cartoon…

Maio 14, 2012

Cartoon by Frederick Deligne


MU – Tutti frutti

Maio 14, 2012

[youtube.com/watch?v=BxQeq3ROS7c]


Manchester City é o novo campeão inglês

Maio 14, 2012

O Manchester City derrotou o QPR por 3-2 e sagrou-se campeão inglês 44 anos depois. Até ao último suspiro. Após 44 anos de uma travessia no deserto, o Manchester voltou a sagrar-se campeão inglês. Este é o terceiro título no historial dos azuis de Manchester. Num jogo de loucos, a equipa de Roberto Mancini bateu, num último assomo, o QPR por 3-2. Zabaleta, aos 39 minutos, materializou o domínio dos citizens e fez o 1-0. No reatamento, um corte mal calculado de Lescott permitiu que Djibril Cissé fizesse o empate. Com o rival United a vencer, o City teve que correr atrás do prejuízo. No entanto, e mesmo reduzidos a dez elementos após a expulsão de Joey Barton que agrediu Tevez e, posteriormente, Aguero, os donos da casa não encontravam soluções para abrir o muro defensivo dos londrinos. Aos 66 minutos e após uma cavalgada de Traoré, Mackie, sem oposição, cabeceou para o fundo das redes de Joe Hart. Balde de água gelada que paralisou os anfitriões. Perdido por cem perdido por mil, Mancini fez o que lhe competia e arriscou tudo com as entradas em campo de Dzeko e Balotelli. Numa altura em que os adeptos do United começavam a festejar, Dzeko, com um cabeceamento fulminante, fez o 2-2. Esperança para o City que poucos minutos depois se transformou em alegria. Kun Aguero fugiu a tudo e todos e rematou com toda a fé para carimbar o 3-2 e oferecer aos citizens o terceiro título (1937 e 1968) no seu historial. Apesar do desaire, o QPR assegurou a permanência na Premier League.

in A Bola


Rita Pereira perde a cabeça e mostra as pernas na Playboy

Maio 14, 2012

[youtube.com/watch?v=W3Prc3c9M3A]

só mesmo estes “bacanos” para gozarem com a Rita Pereira.


Cartoon…

Maio 14, 2012

Cartoon by Henrique Monteiro (in Sapo Notícias)


UHF lançam “ao norte unplugged”

Maio 14, 2012

No ano em que celebram 34 anos de carreira, chega às lojas a coletânea que reúne o melhor dos dois concertos realizados pelos UHF em Fafe no final de 2011. O álbum «ao norte unplugged» é segundo a banda, «um disco acústico, o melhor de dois concertos, um disco para fãs, canções e versões como nunca sonharam ouvir.» A ideia do disco nasceu do sucesso dos concertos de Inverno que o grupo vinha realizando desde há cerca de dois anos. A pedra de toque, o clique que aciona a combustão da obra, aconteceu em Paris, no dia em que a seleção portuguesa goleou a da Coreia do Norte, em junho de 2010. Nessa tarde, os UHF encheram o auditório da Gulbenkian como nunca antes ali acontecera. Entre canções acústicas e a declamação de poetas lusos a apoteose dos grandes momentos. No final, na sessão de autógrafos, vários espectadores perguntaram se o espectáculo estava à venda em disco. Em novembro do mesmo ano, os UHF chegaram pela primeira vez ao Teatro Cinema de Fafe. Os fãs esgotaram os bilhetes com quatro dias de antecedência e a sala veio abaixo ao longo das duas horas e meia de atuação. Outros auditórios se sucederam com igual sucesso por todo o país – salas antecipadamente esgotadas, entusiasmo geral e prazer desfrutado pelos músicos que descobriam novos caminhos para velhas canções – o formato unplugged. Um ano depois, em novembro de 2011, o grupo regressou a Fafe para registarem um concerto acústico para edição discográfica. Só que desta feita a sala esgotou com duas semanas de antecedência pelo que novo concerto foi marcado para o dia seguinte e os dois acabaram por entrar no registo digital. Este disco ao vivo, o quarto na vida dos UHF, é uma celebração ao norte e a todos os fãs anónimos que entraram para a grande família que o tempo e as canções ofereceram ao grupo. Depois de concertos gravados em Almada, Lisboa e Porto, os UHF celebram as emoções e o coro que as gentes do norte emprestam em cada concerto do grupo. O álbum «ao norte unplugged» reúne o melhor dos UHF no formato unplugged. Reúne o melhor desses dois concertos e revela uma formação madura, capaz de se reinventar como acontece nas versões de «Cavalos de Corrida», o primeiro single a chegar às rádios, «Matas-me Com o Teu Olhar», «Quando (dentro de ti)» ou «Na Tua Cama».

in Sapo

[youtube.com/watch?v=b3rROBq4i_M]

Reportagem TOP+