Rally TT Vodafone Estoril-Portimão-Marrakech (3º dia)

Site: Rally TT Vodafone Estoril-Portimão-Marrakech

Filipe Campos encerrou em beleza a fase ‘lusa’ do Rally TT Vodafone Estoril-Portimão-Marrakech, e agora vai-se ‘divertir’ para as areias do deserto marroquino. O campeão nacional em título, voltou hoje a colocar um ritmo impossível de acompanhar pela concorrência, garantindo a pontuação máxima em termos de CPTT, preparando-se agora para uma nova experiência, nas pistas de África. Com pouco mais de 100 quilómetros, a especial que terminou no Pereiro teve ainda assim algumas notas de realce. Hélder Oliveira, que está a fazer uma prova notável, por pouco não viu o esforço ir por água abaixo quando teve uma ligeira saída de estrada e ficou pendurado, precisando do auxílio de Leonid Novitsky para voltar ao percurso. Também Ricardo Leal dos Santos não foi feliz, uma vez que foi obrigado a parar por duas vezes para duas trocas de pneus no BMW X5 em virtude de dois furos. Miguel Barbosa, que conseguiu regressar depois de trocar o motor do Mitsubishi Racing Lancer, teve mais um dia complicado, com o novo propulsor a ter constantes quebras de rendimento, mas ainda assim permitiu ao lisboeta salvar quatro pontos, que podem ser vitais nas contas finais do campeonato. Hélder Oliveira (Nissan Pathfinder) manteve a segunda posição e tem legítimas esperanças em chegar à vitória, mas hoje não evitou um valente susto: “Numa curva para a esquerda, que fechava mais do que parecia, ficámos pendurados. Não podíamos engrenar marcha atrás pois íamos ribanceira abaixo e para a frente o carro também não saía. Felizmente que Leonid Novitsky nos ajudou e podemos continuar. Novitsky subiu ao terceiro lugar do pódio, fruto do segundo lugar de hoje e à penalização de 2h03m aplicada a Eric Van Loon ontem à noite, depois do colégio de comissários desportivos ter verificado que o holandês tinha falhado um way point na etapa de ontem. Também com um BMW X3CC, Bernardo Moniz da Mais é quarto e fez também uma boa operação em termos de campeonato nacional, ao somar 12 pontos. Mantendo o quinto posto da geral, Ricardo Leal dos Santos voltou a ter um dia complicado. Ao terceiro dia de prova, o Rally TT Vodafone Estoril-Portimão-Marrakech disse adeus a Portugal com uma derradeira especial de 104 quilómetros traçada na Serra de Tavira. Mais uma vez a táctica prevaleceu e os principais pilotos optaram por perder tempo para não terem que abrir a pista amanhã já em território marroquino. Hélder Rodrigues manteve o comando e alargou a vantagem de que dispunha sobre o segundo classificado, pois Luís Correia viu ser-lhe atribuída uma penalização de 2h40m por ter excedido o limite de velocidade em dois pontos de controlo. Com a queda de Correia surge agora no segundo posto Ruben Faria, que ganhou hoje dois lugares e a fechar o pódio mantém-se David Casteu, num dia em que a tirada foi ganha por Mário Patrão, que subiu ao quarto posto, e que por isso amanhã irá ser o primeiro a partir para a especial.

in AutoSport

Classificação Carros e Motos (3º dia)

1º Filipe Campos/Jaime Baptista  BMW X3CC  6h42m33s
2º Hélder Oliveira/José Marques  Nissan Pathfinder a 19m21s
3º Leonid Novitskiy/Andreas Schulz  BMW X3CC  a 26m33s
4º Bernardo M.da Maia/Joana Sotto Mayor BMW X3CC  a 35m56
5º Ricardo Leal dos Santos/Paulo Fiúza BMW X5  a 37m25s

1º Hélder Rodrigues Yamaha 7h08m19s
2º Ruben Faria  / KTM  a 6m09s
3º David Casteu / Sherco a 7m52s
4º Mário Patrão  / Suzuki  a 8m47s
5º Frans Verhoeven / BMW  a 11m06s

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: