BB King em Portugal

O músico norte americano BB King actua hoje, sábado, em Sabrosa, num concerto gratuito para o público e pago por fundos comunitários, que representa uma descentralização dos grandes concertos que decorrem em Portugal. A Rota do Vinho do Porto (RVP) lançou no ano passado o “Douro Charme”, uma iniciativa com investimento previsto de 355 mil euros, comparticipados em 248 mil euros pelo Programa Operacional Regional do Norte (O Novo Norte ON.2).  O concerto com BB King é a terceira acção do programa e aquela que está a criar mais expectativas.  “Este é um concerto histórico, será provavelmente a última vez que BB King actuará em Portugal e na Europa”, afirmou o responsável pela RVP, José António Teixeira. A organização referiu que o “cachet” do artista representa 120 mil euros, “muito barato”, tendo em vista que, segundo José António Teixeira, o mesmo concerto pode “custar em Espanha ou outros países onde ele vai actuar qualquer coisa como 400 ou mesmo 500 mil euros”. A montagem do palco, equipamento técnico e camarins fica a cargo da autarquia, que irá pagar cerca de 26 mil euros. “O nosso preço é muito especial, muito negociado e que nós conseguimos porque é um concerto histórico, institucional e sem bilheteira. Houve muito boa vontade por parte do artista e do seu agente para nos proporcionarem valores adequados à crise que vivemos”, sublinhou. O responsável frisou que, sendo o “Douro Charme” um projecto de “âmbito de promoção pura”, a legislação em vigor não permite que as suas iniciativas sejam cobradas. “É uma condicionante imposta pela própria legislação”, garantiu. Quem agradece são os milhares de pessoas esperadas para ver o concerto do músico de 85 anos que arranca em Sabrosa com uma digressão pela Europa. José Duarte, professor auxiliar convidado para disciplinas Jazz de opção livre na Universidade de Aveiro, afirmou à Agência Lusa que BB King é um guitarrista exímio e um homem com muita aceitação no mundo da música internacional. Importante para este crítico de música é destacar que “as principais cidades portuguesas estão a perder a hegemonia em relação à divulgação cultural”. “É importante saber-se que existem pequenas terras como esta que têm o descaramento saudável e progressista de pagar ao BB king para ele actuar para as suas populações. É claro que o concerto não vai viver só das pessoas da terra, mobiliza gente vizinha”, salientou. José Duarte disse ainda acreditar que se pedissem dinheiro pela entrada iria na mesma bastante gente porque o nome deste artista “mobiliza o resto de gente com bom gosto que existe em Portugal”.

in Diário de Notícias

Site: BB King

BB King em Sabrosa (antevisão) – Reportagem RTP

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: