Portugal 0 – Cabo Verde 0

Tinha tudo para ser fácil: Portugal defrontava a 117ª selecção do ranking da FIFA, tinha Ronaldo no 11, mas Cabo Verde defendeu bem, o guarda-redes Bock fez uma excelente exibição e no fim foram os africanos a fazer a festa. Portugal começou bem, com Fábio Coentrão e Nani em grande plano mas revelou o pecado de sempre: falta de eficácia no remate à baliza. Ronaldo, mesmo a meio-gás, foi o mais rematador mas Bock defendeu tudo e a barra travou a melhor oportunidade do avançado do Real Madrid. Cabo Verde limitou-se a defender bem, nunca se desorientou e o resultado tem de se aceitar. A defesa não foi posta à prova e Eduardo mal tocou na bola. Deco esteve bem no meio campo, mas tem pouco ritmo. Dany foi dos que entraram melhor e Liedson esteve invisível no ataque. Hugo Almeida mostrou mais, mas falhou no remate. Cristiano Ronaldo esforçou-se, mas fez um jogo pouco conseguido, com muitas perdas de bola. Marco Soares, médio do União de Leiria, foi o jogador mais esclarecido de Cabo Verde. Na próxima terça-feira há jogo contra os Camarões de Eto’o, uma equipa bem mais difícil do que a caboverdianal.

in Expresso

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: